sexta-feira, 26 de maio de 2017

Relato de Parto do Gabi

Oi meninas!
Aproveitei a soneca rápida do Gabi pra vir escrever meu relato de parto, antes que eu esqueça...
Então vamos lá!!
Como já tinha dito pra vcs aqui, desde as 35+6 semanas eu já tinha 3 cm de dilatação...na consulta da terça 09/05/17, durante o toque, a dra. viu que estava com 3,5 cm ainda, então achei que ia ficar nessa bastante tempo...na sexta, 12/05/17 notei que minha barriga estava muito dura e que o Gabi não estava se mexendo muito, como a GO tinha me dito que qualquer alteração na movimentação do bebê era pra ir até a maternidade, fui! O médico disse ser normal, fez o cardiotoco e tb estava normal, o exame ainda detectou três contrações que nem senti...no sábado, 13/05/17, fomos ao mercado municipal, andei bastante e comecei a sentir uma dorzinha nas costas, assim como aquelas que tinha quando ia descer a M...mas vinha, já passava e não voltava.
Domingo tb tive essa dorzinha nas costas umas duas vezes durante o dia, e tb uma coliquinha fraquinha, mas poucas vezes...ainda namoramos de noite (o que acho que ajudou)!! Pensei que talvez estivesse chegando perto de conhecer meu pequeno, mas nem imaginava que estava tão perto!!
Na segunda, 15/05, fui trabalhar normalmente, resolvi não fazer conexão com o ônibus que me deixa na porta do trabalho e ir com outro que pára algumas quadras mais longe, pra caminhar um pouco, já que era a indicação da médica...quando cheguei no trabalho comecei a sentir cólicas de novo, com dor nas costas, elas faziam uma onda das costas pro pé da barriga e de volta pras costas, mas sem dor nenhuma, só incomodavam um pouco, ficaram assim até que lá por umas 14:00 comecei a ver de quanto em quanto tempo vinham, e estavam variando de 7,8 min até 4,5...mas como não doíam nada, eu estava tranquila...à medida que a tarde foi passando, elas começaram a ficar um pouquinho mais doloridas, mas nada que me alarmasse pra um TP. achei que eram pródomos apenas e que ia demorar pra engrenar. Lá por umas 18:40. quase na hora de ir embora, já estavam bem chatas, peguei o ônibus e durante o trajeto elas começaram a piorar bastante...achei q ia ser difícil até de descer do ônibus quando chegasse no ponto, caso viesse uma contração na hora! Graças a Deus isso não aconteceu! Mas ainda eram dores suportáveis...
Em casa tomei um banho quentinho, pq se fosse TP de verdade elas iriam aumentar e se não fosse ainda, iriam aliviar com o banho (eu ainda não tava acreditando que estava em TP. pq me preparei pra dores bem mais fortes desde o começo do TP...), no banho, marido vinha toda hora ver como eu estava, e as dores pioraram...ainda tomei uma sopa, enquanto estávamos cronometrando as contrações. que agora vinham de 2,3 min até 4,5, não estavam ritmadas (na minha cabeça ia ficar mais reloginho, tipo de 5 em 5 min mesmo) e algumas bem curtas, outras bem longas com quase 1 min, então ainda estávamos sem saber se íamos pra maternidade ou não...minha sogra veio até o quarto e perguntou como era a dor, quando falei ela já disse pra nos arrumarmos e irmos pra maternidade...peguei minha bolsa e os documentos pra internação e combinamos de depois alguém levar as malas...eu ainda achava que ia pra lá e ia voltar, pq não estava na hora...sabe de nada, inocente!
Chamamos o Uber e fomos...chegando lá. fui atendida rápido e a médica já me pediu pra tirar a parte de baixo da roupa e fez o toque, eu estava com 6 cm de dilatação já 😱! Ela mandou o marido ir fazer o internamento, pq já íamos ficar por ali...nisso as contrações já estavam beem doloridas...
Eu me troquei, coloquei a camisolinha horrível de hospital, com a bunda de fora e subimos pra sala de pré-parto...marido já avisou minha mãe, que mora em outra cidade, que eu estava no hospital e outras pessoas importantes tb! Nisso as contrações estavam beirando o insuportável...mas me mantive forte!! A enfermeira me trouxe a bola de pilates e fiquei em cima, rebolando, mas as contrações estavam muito fortes e pedi pro marido me ajudar a deitar na cama de novo...levantei e tinha sangue no lençol que cobria a bola...marido perguntou pra enfermeira se era normal e ela disse que sim...quando deitei, senti escorrer algo pela minha perna, falei pro marido que achava que a bolsa tinha estourado, ele foi olhar, mas era sangue...nisso a médica voltou, fez toque de novo e viu que eu estava com 8 de dilatação já e me perguntou se eu queria analgesia...era uma coisa que nunca fui contra, então falei que sim e fomos pra sala de parto. Eu não me lembro muito bem dessa parte, já tinha conhecido o que é a partolândia, ficava apertando o lençol e vocalizando, sem gritar, tentando me concentrar nas contrações que vinham cada vez mais frequentes...Deitei na maca, o anestesista se apresentou (só fui ver a cara dele depois que a anestesia fez efeito) e me explicou o que ia fazer (não me pergunte  que, marido que ouviu essa parte lá da sala do lado e me contou). Mandou eu tentar ficar parada (meio difícil com a intensidade das contrações e sim, pra mim já estavam insuportáveis...admiro aquelas que vão até o final sem analgesia, mas pra mim isso nunca foi opção...sem julgamentos por favor), fiquei o mais imóvel que pude e senti uma pressãozinha nas costas, o mais incômodo nem era a anestesia, mas sim não poder se mexer nas contrações...quando a analgesia fez efeito, senti um formigamento nas pernas, e voltei da partolândia, enxerguei meu marido do meu lado me olhando preocupado e pude desanuviar a cabeça...foi bom ter tomado a analgesia, pq pude descansar e me concentrar melhor pra hora de conhecer meu pequeno. Não foi uma dose grande, ainda sentia as contrações, mas não doíam...eles colocaram ocitocina pra não diminuir as contrações por causa da analgesia, eu já estava com 9 de dilatação...
A médica me disse pra avisar quando sentisse vontade de fazer força ou cocô...um pouco depois senti um líquido escorrendo e pedi pro marido avisar, pq achei que dessa vez fosse a bolsa msm e era...minutos depois veio a primeira vontade de fazer força...a médica já estava ali e avisei ela...ela me preparou (é, me colocou de frango assado, perna presa, costas retas na cama, mas não foi algo que me incomodasse na hora) e pediu pra quando viesse a vontade de novo, agarrar a barra de metal e empurrar...e foram umas oito vezes até eu sentir o Gabi nascendo, uma pressão super forte no ânus, como se tivesse fazendo cocô mesmo...e ele veio direto pra mim, quis puxar ele pra perto, quase puxei o cordão junto que estava ligado na placenta ainda, mas foi uma sensação de alívio e alegria de ver ele ali e ver que eu tinha conseguido muito grande!!!


Ele mamou na primeira hora, pouquinho, mas mamou...


Meu meninão lindo...nasceu com 3.280 kg, 47 cm, Apgar 9/10, às 00:40 do dia 16/05/2017!! 


Fizeram epsio, infelizmente, e tive laceração por dentro, mas agora, dez dias depois, já caíram a maioria dos pontos e não me incomoda mais...nos primeiros dias ficou bem dolorido ali, mas menos do que eu imaginei e criei na minha cabeça...
E é isso...deixo a foto do Gabi no seu primeiro dia de vida abaixo, pura gostosura e bochechas (rivalizam com a Olivia. não é Confeiteira?? kkkk)
Bjos




2 comentários:

  1. Ahhhh que lindo!!!! E que bochechas =D
    Me emocionei aqui com seu relato!
    Lendo sobre a sua dor, lembrei da minha...
    Como está sendo seu puerpério?
    Mande notícias ♥ ♥ ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. graças a Deus está tranquilo!! Tenho muita ajuda aqui, então me dedico só ao Gabi!!
      Tive só um dia, ou melhor, noite, de baixo astral, de chorar um monte, mas o Luiz me apoiou mto e me deu colo, então passou...
      espero não ter mais nada!!
      bjos

      Excluir